(Fonte: NoticiasUol)
Notícia Youtubers

Youtuber é preso por tráfico de drogas

Você já deve ter visto vários tutoriais no YouTube: como editar vídeos, como cozinhar, como se maquiar e outros. Mas você já imaginou um tutorial de como plantar maconha? Sim, esse canal existe! E ainda por cima é brasileiro. O dono dele é Sérgio Delvair da Costa, também conhecido como THC Procê, que era um professor de tecnologia da informação e segurança eletrônica. Sérgio passava seus dias publicando vídeos para ajudar pessoas que queriam plantar a cannabis.

Sérgio disse que fuma há 20 anos e admitiu que enviou sementes a seus espectadores. (Fonte: G1)
Sérgio disse que fuma há 20 anos e admitiu que enviou sementes a seus espectadores. (Fonte: G1)

Durante dois anos essa era a rotina do professor. Então, um dia a polícia invadiu sua casa em Brasília e encontrou cerca de 120 pés de maconha. Ele deve ser condenado a 20 anos de prisão em regime fechado, sendo acusado por suspeita de tráfico de drogas. Sérgio já tinha passagem por uso de entorpecentes. A intenção dele com esses vídeos não era só incentivar o plantio da cannabis como atrair os espectadores para sua cooperativa, onde ele distribuía sementes da erva. Contudo, ele diz que seu principal intuito com o canal era fazer as pessoas plantarem suas próprias plantas, assim diminuindo o tráfico. O delegado Francisco Antonio da Silva se pronunciou sobre em entrevista a BBC:

“A Cooperativa de Cultivadores do Brasil (CCB) repassava sementes para interessados em todo o país por meio dos Correios. Nesse esquema, cada um dos envolvidos pagava um valor mensal para receber a mercadoria em casa. Nosso objetivo agora é identificar essas pessoas e saber qual o envolvimento de cada uma com esse tráfico.”

Foto de sementes que THC Procê publicou em seu Facebook. (Fonte: G1)
Foto de sementes que THC Procê publicou em seu Facebook. (Fonte: G1)

O caso gerou revolta nas redes sociais. No twitter, fãs de Sérgio protestaram com a hashtag #‎LiberdadeTHCProcê, junto com fotos e reclamações para que ele seja solto. A defesa dele diz que será complicado, mas que vão provar que o professor tinha a plantação apenas para consumo próprio. Três policiais civis gravaram um vídeo e postaram no canal THC Procê:

“Quero infomar que nós temos o endereço de cada um dos senhores. Vamos bater na casa de vocês e vão responder por tráfico de drogas e associação para o tráfico.”

“Esse é o último vídeo do canal. Quem não é a favor dessa legalização, quem preserva a família, compartilhe esse vídeo para mostrar que a polícia está presente e que o crime dura pouco tempo.”

E aí, o que você achou desse caso? Comente.

 

Fonte: G1

 

CURTA NOSSA PÁGINA!

ASSINE #FIXYOUTUBEBUGS!

PUBLICIDADE

SIGA A GENTE!

E-Consulters Web
Inline
Inline
Click to listen highlighted text!