Fonte: YouTube
Notícia Youtubers

Canal “Preto Tu” publica vídeo sobre o racismo no esporte brasileiro

O canal Preto Tu, o qual foi criado há algumas semanas e cujo nome faz referência aos negros que eram insubordinados durante a escravidão, debate o racismo no esporte brasileiro em um vídeo que foi lançado no dia 20 de novembro, Dia da Consciência Negra. Criado por Gabriel Rocha e Rafael Stedile, a ideia é fomentar o debate sobre o racismo no Brasil em suas diversas dimensões. No vídeo em questão, “Canal Preto Tu – Racismo no esporte”, o proprietário do canal, Gabriel Rocha, fala um pouco sobre suas experiências em seu passado com o racismo no esporte brasileiro:

Eu já sofri preconceito sim. Comecei a jogar basquete com 14 anos em São Paulo. E quando a gente chegava para o treino, para entrar no mesmo lugar, sempre me pediam para eu entrar pelos fundos. As minhas amigas entravam pela porta principal, e eu sempre tinha que entrar pelo lado de trás. Eu não entendia. Muitas coisas que hoje eu vejo que era preconceito [na época], eu não entendia.” 

Além de Gabriel, outros participantes também contaram um pouco sobre a sua experiência. A ex-jogadora de basquete Marta Sobral, os historiadores Flávio Francisco e Renata Ribeiro falam sobre o racismo no Brasil e sua influência no esporte.

Marta Sobral comenta:

“Por quê a gente está aqui para ser feliz também, chega de preconceito a gente não aguenta mais isso. Sabe, as pessoas têm que respeitar, a gente levanta cedo também, a gente treina pra caramba, quem é atleta, a gente estuda pra caramba, quem é estudante. Nós fazemos as coisas como qualquer outra pessoa faz, então a gente só quer um pouco de respeito, deixar a gente fazer o que nós sabemos fazer. Só isso.”

Algum dia você já presenciou o preconceito no esporte brasileiro? Comente!

 

Fonte: Brasil de Fato


 

CURTA NOSSA PÁGINA!

ASSINE #FIXYOUTUBEBUGS!

PUBLICIDADE

SIGA A GENTE!

E-Consulters Web
Inline
Inline
Click to listen highlighted text!